Skip to content

Dica de filmes – Já ouviu falar de Doramas?

Os doramas tem se tornado o formato de série queridinho do público nos últimos anos. As “novelas asiáticas” vêm ocupando cada vez mais espaço, atraindo pessoas de todas as idades.

A popularidade crescente dos chamados das produções audiovisuais asiáticas, tem feito sucesso. O protagonismo asiático — sobretudo o coreano — nas áreas da música e do cinema deu espaço para que essas sociedades, mesmo não nutrindo tantas semelhanças com a ocidental, despertem a curiosidade do público.

Nem todas as séries asiáticas são consideradas doramas. Em cada país há algumas especificidades nesse tipo de projeto e cada um tem sua marca registrada local.

Os sul-coreanos, por exemplo, chamam suas atrações de K-dramas, seguindo a mesma linha de sucesso no mundo da música, que é o K-pop. Existem também os T-doramas, provenientes da Tailândia, os C-doramas, da China, e por aí vai.

A diferença entre eles é apenas cultural mesmo. Visualmente, são séries bem parecidas e acompanham a mesma linha: poucos episódios, histórias mais fechadas, normalmente com poucas temporadas.
O mundo dos doramas tem protagonistas ótimos com Transtorno do Espectro Autista. Vários desses doramas sobre autismo têm sensibilidade e são excepcionais em ter uma ótima trama e personagens interessantes.

Uma Advogada Extraordinária (2022): A adorável advogada Woo Yeon Woo é a protagonista deste dorama de escritório da Netflix, que estreou este ano. Ela é a advogada novata contratada de um grande escritório e deve enfrentar desafios a cada caso. Ela é apaixonada por baleias, tem dificuldade de relacionamentos, comportamentos repetitivos, dificuldade de olhar nos olhos, não gosta de toque e barulho. Há muitos detalhes em sua construção e, como ela é a protagonista, temos várias áreas abordadas, como carreira e interesse amoroso.

A Caminho do Céu (2021): uma série brilhante sobre o luto. O protagonista desta série, Han Geu Reu, que é apaixonado por peixes, possui Síndrome de Asperger, que é como se chamava antigamente o TEA de grau leve. Ele não tem atraso na fala, consegue se comunicar bem e seus comportamentos repetitivos são leves.

Tudo Bem Não Ser Normal (2020): neste dorama que aborda saúde mental em vários aspectos, conseguimos até enxergar o mundo através do olhar de Sang-Tae, o irmão do protagonista, em uma bela cena colorida musical emocionante. Ele possui uma paixão por dinossauros, comportamentos repetitivos, dificuldade de reconhecer reações emoções faciais e segue regras muito rígidas. Uma das belezas desse kdrama é que a relação de Sang-Tae com o irmão e o mundo é fundamental em toda a trama. Sua participação não é figurativa, sendo retratada com muitos detalhes.

Innocent Witness (2019): Jiwoo, uma garota autista colegial é a única testemunha de um crime e precisa ajudar um advogado de defesa no caso aparentemente perdido. O filme foi bastante elogiado na época por desenvolver bastante a personagem e tratar com sensibilidade o TEA.

Detective Sweet (2016): série chinesa que tem como protagonista uma garota autista que ganha superpoderes depois de um acidente e os usa para ajudar a investigar casos na polícia.
Um Chance de Vida / Good Doctor (2013): Você sabia que a super série americana The Good Doctor é, na verdade, um remake desta série coreana? A história é sobre um médico genial do espectro autista que precisa enfrentar a desconfiança de pacientes e de colegas sobre seu trabalho. O melhor de tudo? Entrou na Netflix em julho de 2022.

Lovable (2011): um filme sobre Dasul, uma menina de 9 anos do espectro autista em grau severo que mora com a avó, que vende lulas, e o tio alcoolista. Aqui o TEA é chamado de síndrome de Savant, que era uma nomenclatura antiga.

Marathon (2005): um filme sobre um menino dentro do espectro autista que foi criado por uma mãe superprotetora. Ele é apaixonado por animais e gosta de correr. A produção retrata alguns estereótipos das pessoas em relação ao autismo, como achar que todos são bons em matemática.

Hikari to Tomo ni… Jiheishou-ji wo Kakaete (2004): dorama japonês baseado em um mangá josei, é focado na descoberta de uma jovem mãe de um menino com TEA e os desafios que a família encontra.

Onde assistir doramas no Brasil?

Hoje as novelas asiáticas estão disponíveis em vários streamings. Alguns dublados, sendo a maioria legendados no Português. Um dos serviços de streaming mais populares no mundo, a Netflix também passou a investir em produções asiáticas com grande força nos últimos anos.

Seguindo com a lista, o Rakuten Viki é uma plataforma dedicada exclusivamente aos doramas, com produções vindas de diversos países do continente asiático. A plataforma tem duas modalidades de acesso, uma gratuita e com anúncios e a assinatura de um plano mensal com conteúdo exclusivos e sem anúncios.

O Kocowa apresenta, exclusivamente, produções sul-coreanas, considerando que seu foco está na transmissão de conteúdos disponíveis em três emissoras importantes do país: KBS, MBC e SBS. Dessa maneira, além dos doramas, é possível também encontrar reality shows, programas de variedades e programas sobre música no serviço — com legendas em diversos idiomas, o que inclui o português. O Kocowa também requer uma assinatura mensal para seu acesso.

Já esse serviço de streaming é totalmente gratuito, mas os usuários precisam assistir a alguns anúncios recorrentes para utilizá-lo. O Line TV está disponível para diversos dispositivos, estando bastante presente em aparelhos móveis, como smartphones e tablets.

No Brasil, muitos conhecem o Crunchyroll como um streaming dedicado a exibição de animes. Mas o serviço também tem doramas de algumas nacionalidades em seu catálogo, atraindo outro tipo de público para sua plataforma.

Outra plataforma de origem tailandesa é a WeTV, que apresenta doramas exclusivos no Brasil, estando disponível para computadores, Smart TVs e dispositivos móveis. Atualmente, executivos da China são os detentores da maior parte das ações do streaming, o que inclui seu serviço de hospedagem. Dessa maneira, os C-Dramas são bastante fortes na plataforma.

Algumas empresas também distribuem séries e filmes originais no YouTube para atrair ainda mais público para as séries, por meio do YouTube Premium.

Fonte: https://doramaresenhas.com/ e https://www.tecmundo.com.br/

  • Blog
Back To Top
Search