skip to Main Content

Promover a Autonomia

Quando temos um adolescente em casa, sempre representa um desafio. E quando se fala em um adolescente autista ou com SXF, o desafio aumenta mais. Se você deseja que seu filho adolescente tenha autonomia, um potencial para atingir na vida adulta é preciso dar afeto e limites evitando substituições nas tarefas que podem ser realizadas, dando apenas o suporte, quando necessário.
Comece na pré-adolescência a autonomia na vida diária, bem como nas atividades pessoais domésticas e de comunidade, pois assim, seu filho terá mais facilidade para cumpri-las.
Na parte da independência pessoal, os meninos  SXF e autistas não são tão ligados com a higiene, descuidando um pouco das unhas, cabelo e barba, precisando muitas vezes que seja realizado um cuidado e observação mais próxima dos pais e responsáveis. Já as meninas, pode ser o contrário, elas são mais autônomas, principalmente nos cuidados de higiene.
Alguns cuidados são estratégicos e ajudam seu filho adolescente a ser estimulado, tais como:
· É importante estabelecer uma rotina com os cuidados de higiene pessoal, colocando como parte da vida do adolescente;
· Usar como uma estratégia as cores e os tecidos para facilitar a organização do armário;
· Algumas atividades diárias os adolescentes autistas acabam não realizando, como uso do fogão e do forno, manuseio de facas na cozinha ou até mesmo o preparo de uma refeição. O objetivo é fazer com que se crie uma forma de independência em casa, incluindo a limpeza, o tirar e colocar os pratos na mesa, estimulando a essas atividades.
· Estimulá-lo a arrumar a cama, manter limpo e organizado o seu próprio espaço, colocar louça na máquina ou na pia, separar as roupas limpas das sujas, são atividades que podem ser inseridas na rotina do adolescente.
· Acompanhar a compra no supermercado com a lista dos produtos, bem como organizar e higienizar as compras ao chegar do mercado, guardando-as nos armários são atividades que ajudam a estimular a autonomia. Bem como, quando estiver no mercado, ajudar na escolha dos produtos nas gôndolas, ver preço e validade e ao pagar conferir o troco. Essas atividades estimulam a sociabilidade e o controle do dinheiro.
· Com o passar do tempo, tira-se o suporte para que a cada dia o adolescente passe a ficar autônomo nas atividades diárias, como por exemplo, realizar o pedido na padaria ou comércio próximo; ajuda nas conversas para estimular o vocabulário.
· O adolescente autista tem a dificuldade na realização de escolhas e na imaginação e criatividade. Com isso, podemos ajudar adiantando e representando as situações, ajudando a tomar decisões, diminuindo alternativas, facilitando assim a escolha. É importante ajudar a analisar as vantagens e desvantagens de cada alternativa disponível.
· No lazer ou no tempo livre, os jovens restringem aos interesses obsessivos dentro de casa. Preferem ficar sem o contato social e sempre realizando as mesmas atividades, sem muita variação. Assim, o objetivo dos pais e responsáveis deve ser em ajudar a planejar o tempo livre, ocupando com atividades diferentes, não tendo o tempo ocioso, com alguma atividade a ser realizada, regulando o tempo disponível na internet, pesquisando atividades que despertem o interesse do jovem.

  • Blog
Back To Top
Search
× Possui alguma dúvida?