Skip to content

Simpósio Nacional da Síndrome do X Frágil e Autismo destaca importância do desenvolvimento motor na aprendizagem

Em outubro, o Instituto Buko Kaesemodel com o apoio do UniCuritiba sediará o Simpósio Nacional da Síndrome do X Frágil e Autismo. Entre os nomes confirmados para o evento, está a fisioterapeuta e especialista em comportamento atípico pela UCLA, Drª Silvia Rodrigues, que trará uma abordagem inovadora sobre o papel crucial do desenvolvimento motor no processo de aprendizagem.
Com base em suas experiências e estudos, Silvia Rodrigues destaca a importância dos estágios da evolução motora desde o nascimento como precursora para a aprendizagem formal. “Antes de aprendermos a ler, a escrever e a reconhecer o mundo simbólico, passamos pelos estágios do desenvolvimento motor”, ressalta a fisioterapeuta.
Em sua palestra intitulada “O desenvolvimento cognitivo começa pela corporeidade: A importância do trabalho motor para aprender com mais significado”, Silvia enfatiza a interligação entre o desenvolvimento motor e a aprendizagem estruturada. “Não podemos separar o desenvolvimento corporal do reconhecimento da consciência e do movimento. Esse processo está intrinsecamente ligado à aprendizagem formal, mas muitas vezes é negligenciado”, explica.
Ao abordar a relevância do trabalho motor, Silvia salienta a necessidade de construir um repertório prático e funcional no que diz respeito à motricidade, tanto para crianças atípicas quanto típicas. Ela ressalta que tornar a aprendizagem significativa requer dar função ao movimento, garantindo que as atividades tenham um propósito maior do que apenas o movimento em si.
A fisioterapeuta destaca ainda que o trabalho motor não é exclusivo dos profissionais de educação física, mas deve ser integrado ao ambiente escolar desde as fases iniciais da educação infantil. “Os educadores devem priorizar atividades mediadas que envolvam o movimento, utilizando-as como uma ferramenta na educação”, afirma.
Silvia Rodrigues evidencia que iniciar esse trabalho precocemente, preferencialmente na educação infantil, pode ter um impacto significativo no desenvolvimento das crianças, com ou sem deficiências. Diferentes faixas etárias têm diferentes necessidades, e essas necessidades precisam ser compreendidas e atendidas para promover um desenvolvimento saudável. Além disso, Silvia ressalta os inúmeros benefícios desta prática para o aprendizado, que vão desde o aumento do foco e atenção até mudanças neuroquímicas que promovem bem-estar e controle emocional. Com uma abordagem inclusiva e centrada no potencial de cada criança, Silvia aponta a importância de reconhecer e aproveitar as oportunidades de desenvolvimento motor para promover uma aprendizagem mais significativa e uma vida mais saudável para todas as crianças. Quanto às estratégias para promover o desenvolvimento motor, Silvia sugere incorporar atividades simples no dia a dia, como subir escadas em vez de usar elevadores ou realizar tarefas domésticas que envolvam movimento. "É importante incentivar as crianças a se envolverem em atividades que promovam o movimento e o desenvolvimento motor de forma natural e divertida”, conclui.
As inscrições para o Simpósio Nacional da Síndrome do X Frágil e Autismo, já estão abertas e podem ser realizadas pela plataforma do Sympla. O evento acontecerá no dia 19 de outubro deste ano, no Auditório do UniCuritiba. Além do Simpósio, o Instituto Buko Kaesemodel oferecerá, no dia 18 (sexta-feira) minicursos com temas variados, sendo um deles ministrado por Silvia Rodrigues, com atividades guiadas para cuidadores.

  • Blog
Back To Top
Search