Skip to content

Síndrome do X Frágil x Ansiedade: mais comum do que se imagina

A ansiedade é um quadro que faz parte da vida da maioria da população, inclusive pode ser considerada como mal do século. Mas vale ressaltar que “estar ansioso” é diferente de ter um transtorno de ansiedade. Estar ansioso é considerado uma ação pontual (curta duração) que provoca sensações desagradáveis, mas que o indivíduo consegue lidar com os sintomas e retomar ao seu equilíbrio, enquanto o transtorno de ansiedade generalizada é um quadro crônico, intenso e que afeta as atividades diárias.

Nas pessoas que têm a Síndrome do X Frágil (SXF) a ansiedade é um sintoma muito presente, sejam pessoas com a mutação completa ou pré-mutação, sendo de extrema importância, desde criança, a pessoa ser acompanhada por uma equipe multidisciplinar, e caso necessário, fazer uso de medicação.

E, diferente do que muitos pensam, a ansiedade não é desenvolvida apenas na fase adulta, pelo contrário. Crianças com a Síndrome do X Frágil podem também ter ansiedade e comportamento hiperativo, como inquietação e impulsividade. Algumas inclusive tem ansiedade social, caracterizada pelo medo excessivo ou nervosismo em situações comuns. 

Por isso sempre enfatizamos a importância do diagnóstico precoce da Síndrome do X Frágil, pois quanto antes tivermos o diagnóstico da pessoa, antes inicia o tratamento multidisciplinar, ajudando as crianças com SXF a aprender habilidades importantes para o seu desenvolvimento. O diagnóstico é realizado apenas com exame genético, no entanto, ainda na infância os pais podem perceber algumas alterações comportamentais e atrasos na aprendizagem que são   relevantes. Normalmente a criança com SXF apresenta dificuldade para engatinhar, atraso para falar e andar, costumam bater palmas excessivamente e morder as mãos a ponto de machucar.  

A Síndrome do X Frágil é uma condição que acompanha a pessoa por toda a vida e afeta diversos aspectos. Hoje vemos no Programa Eu Digo X, mães e mulheres diagnosticadas com a pré-mutação da SXF somente na fase adulta. Nesses casos, grande parte sofre com sintomas diversos, no entanto, o mais predominant é o alto grau de ansiedade. 

Algumas atividades no dia a dia nos auxiliam a minimizar as crises de ansiedade. E com esse intuito desenvolvemos o Projeto Bem-Estar, onde as mulheres e mães são convidadas a se conhecerem e tratarem, por meio de atividade física direcionada, meditação e atendimento psicológico e todas essas ações são oferecidas de forma gratuita. 

O objetivo dos exercícios físicos e da meditação é de modificar comportamentos das mulheres, estimulando o autoconhecimento e reconhecimento de suas potencialidades e fragilidades. As sessões são com exercícios de fácil execução com a possibilidade de evolução para atingir a todos os níveis de condicionamento. As aulas levam em conta as características e necessidades desse público exclusivo com a utilização de materiais simples. 

A pessoa com essa condição genética pode desenvolver problemas neurológicos diversos. Com o exercício físico, há a liberação de serotonina, e quanto maior a liberação desse hormônio, maior é a proliferação de células no hipocampo e com a prática constante de atividades físicas, há um maior fortalecimento dos neurônios, e consequentemente, redução do nível de ansiedade. 

Para participar do Projeto Bem-Estar é simples, basta realizar o cadastro no www.eudigox.com.br. As atividades são todas gratuitas e destinadas exclusivamente às mães e mulheres com Síndrome do X Frágil.

  • Blog
Back To Top
Search