Skip to content

Tismoo.me

É a primeira rede social no mundo voltada exclusivamente para o universo do autismo e pretende unir os públicos ligados ao Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), sejam profissionais, pessoas com autismo ou seus familiares.  Acesse o site tismoo.me e cadastre-se na lista de espera. É gratuito.
Com o objetivo de unir todos os membros da comunidade do autismo em um só lugar, a Tismoo, startup criada em 2015, anunciou a primeira rede social do mundo dedicada ao tema. Segundo a companhia, o app nasceu com a ambiciosa meta de tornar os desafios de se conseguir diagnósticos, cuidados e tratamentos um processo cada vez mais rápido, eficiente e, principalmente, menos dolorido.
Por meio da estruturação de dados salvos no app, a empresa quer ajudar o público a identificar e conhecer novos sintomas, comportamentos e soluções para as questões dos autistas – e, também, se atenta a outros transtornos neurológicos relacionados ao espectro, como Síndrome de Rett, CDKL5, Síndrome de Timothy, Síndrome do X Frágil, Síndrome de Angelman e Síndrome de Phelan-McDermid.
Disponível para iOS e Android, o aplicativo é 100% gratuito e o primeiro do mundo exclusivamente dedicado a perspectivas terapêuticas personalizadas, além de abranger outros transtornos neurológicos relacionados. Para acessar, é preciso 
realizar o cadastro no site e aguardar o envio do convite pelo e-mail.
Outro diferencial da rede é a possibilidade de ativar ou não a comunicação via emojis, ou ainda visualizar na descrição ao lado de cada carinha, o significado. A ideia é que os usuários se sintam confortáveis para usar a rede, organizar os arquivos médicos, criar e seguir grupos, e principalmente se conectar com pessoas que possam ajudar em busca de diagnósticos e tratamento. Com essa ferramenta o usuário é direcionado ao conteúdo de forma que evite que seja hiperestimulado visualmente ou não entenda os significados.
Outra vantagem da Tismoo é a avaliação e veracidade dos conteúdos publicados, minimizando dessa forma, a disseminação de fake news.

  • Blog
Back To Top
Search